Xuxa Meneghel
Xuxa Meneghel (FOTO: Blad Meneghel)

Àqueles que não sabem, Xuxa Meneghel completou 53 anos recentemente e teve a data marcada por reflexões. Surgiu na televisão nos anos 80, fazendo muito sucesso com o público infantil, lhe rendendo o título de “rainha dos baixinhos”. Hoje apresenta programas mais abrangentes como o The Four Brasil e, depois dessa mudança de foco, vem sentindo cobranças.

Na inauguração de mais uma filial da franquia de depilação a laser em que é sócia, a apresentadora promoveu uma coletiva de imprensa. Para os jornalistas, primeiramente refletiu sobre os variados padrões de beleza que perpassam desde a época em que iniciou na carreira artística.

“Desde os anos 80 estou usando a minha imagem, vi mudança das mulheres muito magras, depois mais cheinhas serem consideradas bonitas… Gosto da beleza natural, quando vejo minha filha, que acorda e tem uma beleza que parece que tem batom, cílios, acho isso mais bonito que do que uma pessoa que precisa se produzir para falar que está bonita, mas é questão de gosto”, disse a loira.


Cirurgias plásticas

Outro assunto recorrente, quando se fala de beleza, são as plásticas. Várias famosas aderem aos procedimentos estéticos, para mudar algo que as incomodam. Sobre isso, Xuxa Meneghel mostrou não ser muito afim, porém não descartou totalmente a possibilidade.

“Não sou contra a absolutamente nada! Pessoas que fazem plástica e se sentem felizes… Não é uma coisa natural! Talvez algum dia, eu posso vir a fazer em coisas que me incomodem… Mas odeio que as pessoas me cobrem o porque não coloquei botox. Não coloquei, porque não gosto, mas se eu tiver sentir que preciso, vou fazer“, decretou a apresentadora.

Idade e felicidade

Xuxa ainda continuou, falando das cobranças que tem recebido em relação à beleza. Em resumo, se mostrou-se desconfortável com tal situação: “Me incomoda muito a maneira que as pessoas não entendem como estou levando minha vida. Não fumo, não bebo, não me drogo, nunca provei nenhum tipo de droga… Falo que estou com 60 anos é porque já estou assim. Faço exercícios, não tão pesado porque estou velha. A gente tem que levantar uma bandeira, faça o que te faz feliz, é isso que eu falo”.

Por fim, considerou que a felicidade é o verdadeiro segredo que define o que é belo ou não: “Quando a gente está feliz, temos um outro brilho na pele e no olhar. Falando de mim, sou uma pessoa muito cobrada, qualquer pessoa pública faz isso. O que me incomoda é a insatisfação das pessoas com a forma como levo isso. Estou velha e vou ficar cada vez mais velha, as pessoas vão me continuar vendo assim”.