Famosos com harmonização facial (Foto: Reprodução/ Instagram)

A queridinha do momento, a harmonização facial vem sendo difundida por dezenas de celebridades no Brasil e no mundo como Alok, Gretchen, Thammy Miranda, Kelly Key, Carlinhos Maia, entre outros. Mas os procedimentos requerem cuidados redobrados, e o preço pode variar de acordo com as necessidades de cada paciente, mas não sai por menos de seis mil se for algo mais completo. A busca pelo preenchimento facial quadruplicou no Brasil, passando de 72 mil para 276 mil ao ano, uma média de 31,5 procedimentos por hora.

Ao Observatório dos Famosos, especialistas tiraram dúvidas sobre a harmonização facial. Além de promover a autoestima, os procedimentos podem sim melhorar problemas de saúde como bruxismo e o ronco, mas alertam que procurar bons especialistas é fundamental para evitar quaisquer complicações como necrose, marcas irreversíveis na pele e até casos de cegueira, raros, mas que existem.

Carla Góes, médica cirurgiã pós-graduada pela Universidade John F. Kennedy e integrante das Sociedades Brasileiras de Nutrologia e Laser e autora do livro Belíssima: aos 40, 50, 60…, afirma que é preciso ter cautela: “Os riscos sempre existem. Já aconteceram casos de necroses e cegueira também. Sou a favor de irmos com calma, evitar o que vejo hoje, muitas quantidades de ampolas sendo usadas em um único dia. O edema, modifica a anatomia e pode dar margem a erros. É importante a escolha de um profissional precisa ter uma técnica perfeita de aplicação, sempre tendo o cuidado com a aspiração da seringa para ter a absoluta certeza que não está dentro de um vaso”.


Gretchen harmonização (Foto: Reprodução/ Instagram)

Já Renata Bastos Alves, coordenadora da equipe de oftalmologia e prestadora de serviços no Hospital América de Mauá, alerta para sinais de que algo não está sendo feito de forma correta durante as sessões de harmonização facial: “Todo procedimento implica riscos. Conversar com o profissional de saúde, estabelecer uma relação de confiança e estar absolutamente à vontade, caso aconteça algo mais grave, para que seu médico esteja habilitado para resolver essa questão é fundamental. Parar o procedimento, caso tenha sentido muita dor, fez um hematoma muito grande, suspenda a aplicação, volte no outro dia. Sinais de infecção também devem ser reportados imediatamente ao médico”.

Gustavo Issas, dentista especialista em implantodontia e procedimentos, explicou detalhadamente o que é, afinal, a harmonização facial, bem como suas consequências, resultados e cuidados. Confira!

Joelma (Foto: Reprodução/ Instagram)

Quando surgiram os procedimentos de harmonização facial?

O temo “harmonização orofacial” é bem recente. Mas a toxina botulínica foi apresentada com uma pesquisa cientifica mostrando resultado para estrabismo em 1973. O acido hialurônico, preenchedor facial, foi usado a partir de 1996. Porem a busca pela estética é milenar.

Quando e pra quem eles são recomendados, além de questões estéticas, favorecem em algum tratamento médico?

Todas as pessoas saudáveis a partir de 18 anos, quem busca prevenir rugas, envelhecer com beleza e saúde e minimizar as ações do tempo e da idade.

A toxina botulínica além de favorecer a estética e prevenir rugas futuras ajuda muito combater o bruxismo quando aplicadas para esse fim. Hoje é o melhor tratamento para esse mal que atinge a maior parte da população.

A toxina aplicada em uma região do palato (céu da boca) ajuda a eliminar o ronco. O ácido hialurônico, pode ser aplicado nas articulações ajudando e melhorando dores nessa região.

O preenchimento dos lábios ajuda muito na melhora de queilite angular (feridas nos cantos dos lábios), minimiza acumulo de alimentos nos lábios em idosos portadores de próteses totais (dentaduras).

Aumentam a autoestima, a vaidade, e com isso pode ajudar em pessoas na fase inicial de depressão. Essas indicações fora do objetivo principal do produto são normalmente mais observados pelos cirurgiões dentistas.

Alok (Foto: Reprodução/ Instagram)

Quais os principais riscos?

O mais comum, quando o paciente não obedece aos cuidados pós-tratamentos, são as infecções das regiões tratadas por não higienizar bem, coçar com as mãos contaminadas, apertar, enfim, não seguir as recomendações pós-operatórias.

Quando pela falta de conhecimento anatômico e técnica imprópria, o cirurgião comprime vasos e artérias. Esse é a mais grave intercorrência podendo levar a necrose, deixar marcas irreversíveis na pele, e podendo levar a cegueira.

Essas intercorrência têm sido cada vez menos frequente, porém a busca de estética a preços baixos ainda corre esse perigo. Isso somente acontece com preenchedores, os não indicados são os permanentes.

Quem não pode fazer os procedimentos e por quê?

Pessoas com problemas crônicos de pele, câncer, diabetes descontroladas terão suas respostas comprometidas e com baixa previsibilidade de resultado.

Tem idade mínima e máxima?

A partir de 18 anos são recomendados para todas as pessoas saudáveis.

Quanto custa em média?

Não são procedimentos simples, exigem equipamentos adequados, materiais de altíssima qualidade e pesquisas cientificas, e com registros de utilização. O profissional deve estar sempre acompanhando as novidades e muito atualizado.

Existem procedimentos muito simples com alto resultado que são os microagulhamento e bioestimulção de colágeno feitos no rosto que custam a partir de R$500 por sessão, o ideal é fazer inicialmente uma por mês durante três meses, e depois manutenção a cada seis meses uma sessão.

O procedimento mais procurado, a toxina botulínica, custa em média R$1.000 por região. Os preenchedores, que dão um resultado imediato e são fundamentais para melhorar a rugas de expressão, custam R$$1200 por seringa, em média usa-se duas ou três seringas.

A lipo de papada, também muito procurada, custa próximo de R$700, Esses são os procedimentos mais comuns, mas existem outros mais complexos onde fica difícil precificar.

Em quanto tempo os resultados aparecem?

No caso dos preenchedores é imediato. Os outros aparecem em media em 15 dias.

Quantas sessões são necessárias?

O ideal é que as pessoas façam isso de forma preventiva. Assim as mudanças são mais sutis, melhores e com menos custo e complexidade. Além de serem mais seguras. Então se fizer um procedimento por mês você vai envelhecer de forma impecável, sem abuso e sem exageros.

E qual é o limite de sessões?

O limite nessa área é o bom senso, algo em falta em tempos de valores invertidos.

Mas é possível fazer um bom planejamento e fazer muitos procedimentos em uma única vez, desde que bem orientado o paciente. Em poucas semanas é possível fazer uma transformação muito interessante

Kelly Key (Foto: Reprodução/ Instagram0

Como são feitas as escolhas do que deverá ser feito? É possível chegar ao consultório e escolher o que quer que seja feito?

É possível, sim, muitos pacientes já conhecem todos os procedimentos e sentem o que precisam fazer.

Quais são as recomendações/procedimentos e exames e também as conversas que os profissionais realizam com os pacientes?

Para cada procedimento existe uma série de recomendações, mas o que é comum é sol, muito cuidado com o sol, recomenda-se protetor solar com cor para servir também de barreira. Evitar atividade física, contaminação da pele através das mãos (alguns pacientes ficam colocando as mãos para sentir o que foi feito e isso é péssimo). Evitar bebida alcoólica, fazer gelo, são as mais comuns.

Exames nem sempre são necessários, é preciso que o paciente esteja bem de saúde.

O principal é o profissional saber exatamente o que o paciente quer, saber das expectativas e necessidades reais, fotografar tudo e orientar o máximo possível o paciente para que não haja frustrações.

O principal é escutar as queixas e alinhar as expectativas. Às vezes isso é o mais difícil, pois a ansiedade do paciente leva ele a acreditar que com ele será diferente e o sucesso será maior que o esperado. Por outro lado, quando bem orientado ele ficará surpreso.

Por quanto tempo os resultados permanecem?

No caso da toxina botulínica em média seis meses, os preenchedores de 12 a 18 meses, os tratamentos de pele seis meses. Claro que isso é uma média, depende sempre do metabolismo de cada paciente.

Há necessidade de retocar o que já foi feito? E em quanto tempo?

Sim, muitas vezes é preciso fazer retoques. No caso da toxina no máximo em 15 dias. Depois somente após quatro meses nova aplicação.

Homens também apostam nos procedimentos?

Sim, tem aumentado muito a procura desses procedimentos pelos homens

O valor muda de acordo com quais parâmetros? Idade, sexo, procedimentos, número de sessões?

O valor muda sempre em função da complexidade dos casos e da necessidade dos pacientes. A idade é um fator determinante, quanto mais jovem mais fácil. E a prevenção é a chave para o sucesso.

Planos de saúde aceitam realizar os trabalhos?

Acredito que não, apenas em casos muito específicos.

Quais são os efeitos colaterais?

Quando bem indicados e aplicados não existem efeitos indesejáveis.

E quais sãos os cuidados que os pacientes precisam ter depois das aplicações?

Evitar o sol é comum a todos os procedimentos. Varia o tempo a ser evitado de acordo com procedimentos e tipo de pele. No caso de ácido hialurônico, o importante é ter atenção aos edemas, dores, vermelhidão.

Para o tratamento da pelo como o Skinbooster é recomendado não coçar, evitar colocar as mãos. No microagulhamento é preciso ficar longe do sol por 10 dias, e usar protetor com cor, pois assim promove uma barreira maior.

A toxina botulínica é a mais comum é mais simples. Apenas quatro horas sem atividade, sol, maquiagem e não colocar a mão no rosto.

Thammy Miranda (Foto: Reprodução/ Instagram)

Quem se arrependeu pode retirar imediatamente ou há um prazo mínimo de segurança?

Diferente da cirurgia plástica, os procedimentos são todos reversíveis, alguns podem ate ser revertido imediatamente.