Em tempos de crise, todo mundo aperta os cintos pra gastar menos. O que fica na memória – e talvez no guarda-roupa – são as peças e acessórios daquela mega compra de fim de ano, ou liquidação mesmo. Mas no caso de Val Marchiori uma tarde em Nova York na companhia de uma amiga marcou para sempre a sua vida.

Naquele dia, em meio à agitada Big Apple, Val gastou nada mais nada menos que 500 mil dólares numa loja de altíssima costura. Sim, 500 mil dólares! Os tempos são outros e a empresária sabe quando pode ou não gastar mais sem deixar de lado seus desejos. Hello!

Ao Observatório dos Famosos, a apresentadora e influenciadora digital relembrou esse momento, deu dicas preciosas para fazer as compras sem arrependimentos por conta da alta do dólar que acaba encarecendo as compras!


Eleitora e admiradora da família Bolsonaro, Marchiori acredita que o presidente fará o Brasil retomar o caminho do crescimento: “É um cara que quer fazer a diferença, não voltei nele no primeiro turno. Sou a favor de muitas coisas que ele falava antes. Tenho esperança… Melhor do que estava com certeza”.

Confira!

Se recorda de uma grande compra que fez?

Gastei 500 mil dólares na companhia de uma amiga numa tarde em Nova York, ainda estava casada.

Tem cartão de crédito black, infinity, que dá acesso às salas vips, entre outros mimos?

Tenho cartão limitado pra isso, luto pra continuar [tendo]. Assim que é bom.

Atualmente, o dólar está bem alto.

Tá alto, mas dinheiro não aceita desaforo, você tem que comprar de acordo com o que você ganha. O dólar estourou. Ficou inviável comprar lá fora.

Você ou suas empresas foram afetadas pela crise?

E qual não? E não só as empresas. Todo mundo foi afetado. O desemprego aumentou. Óbvio.

Você disse que é bem pé no chão, mas iria à 25 de Março, Brás?

Não tem como ir mais. Nem nos Jardins [bairro nobre de São Paulo] direito. Depois do Mulheres Ricas o assédio aumentou, ficou muito difícil. Tem gente que descobre meu endereço, fica no meu prédio três dias pra tirar foto comigo… Esse povo é tudo doido, não dança, não canta?