Dado Dolabella
Dado Dolabella (Foto: Webert Belicio/AgNews)

O ator Dado Dolabella foi clicado nesta quarta-feira (14), em um momento especial com a filha. Ele aguardou ansiosamente, no desembarque Santos Dumont, no Rio, a chegada da filha Ana Flor, de sete anos.

A menina é fruto do relacionamento de Dado com a produtora musical Juliana Wolter, de quem ele se separou em 2015. Quando Ana chegou, o famoso a abraçou e os dois sentaram-se em um banco. O papai coruja ainda ofereceu biscoitos veganos à filha. Há quase quatro anos, ele é adepto do veganismo.

Leia mais: Tenho pena dele, revela Luana Piovani sobre o ex, Dado Dolabella


O artista ainda é pai de João Valentim e de Eduardo, de 8 anos, respectivamente, todos de mulheres diferentes. Para a QUEM, ele falou sobre os problemas na Justiça e a prisão, e afirmou que foram “frutos de um passado irresponsável. Ele disse ainda ter mudado muito depois do ocorrido.

Veja também: Dado Dolabella radicaliza no visual e exibe fios mais curtos após ida a barbearia

“Tenho pena dele”, revela Luana Piovani sobre o ex, Dado Dolabella

Luana Piovani deu uma entrevista ao jornalista Leo Dias, no programa Fofocalizando, desta segunda-feira (12). A famosa desabafou sobre seu ex-namorado, Dado Dolabella, e disse “sentir pena” dele.

Na ocasião, ela foi questionada sobre não ter ido a público na época que foi agredida por ele. Ela também comentou que não achou necessário expor a situação: “Eu já havia assumido que eu tinha sido agredida”, disse.

Piovani é casada atualmente com Pedro Scooby, e afirmou que foi alvo de acusações, não recebendo apoio da sociedade na época: “Essa história de mexeu com uma mexeu com todas é a maior mentira, me espezinharam. Depois de ser agredida, eu fui acusada de ser agressora”, explicou, complementando que não agrediu a assistente de produção, quando trabalhava na Globo.

Questionada por Bial, se sentia dor pelo ex, ela foi clara: “Não, porque eu tenho pena dele”, respondeu. A loira ainda acrescentou que Dado não a procurou para pedir perdão pelas agressões, mas revelou que não deseja que Dado faça isso: “Ele não precisa me pedir perdão. Eu só queria que fosse feito a justiça, para que a as sociedade entenda que isso é inadmissível, que isso não é tolerável.”