Luana Piovani
Luana Piovani (Foto: AGnews)

Luana Piovani deu uma entrevista ao jornalista Leo Dias, no programa Fofocalizando, desta segunda-feira (12). A famosa desabafou sobre seu ex-namorado, Dado Dolabella, e disse “sentir pena” dele.

Na ocasião, ela foi questionada sobre não ter ido a público na época que foi agredida por ele, e comentou que não achou necessário expor a situação: “Acho que não, porque não tinha o que afalar. Eu já havia assumido que eu tinha sido agredida. Eu só preciso que todos saibam que eu sou uma mulher, sou uma cidadã, fui agredida por esse individuo e para que todas as pessoas que se relacionem com ele saibam que tipo de caráter ele tem. Claro que as pessoas evoluem, mas é um traço de caráter”, disse.

Veja também: Redes sociais! Luana Piovani desmascara perfis fakes que apoiaram Jair Bolsonaro e criticaram Preta Gil


Piovani é casada atualmente com Pedro Scooby, e afirmou que foi alvo de acusações, não recebendo apoio da sociedade na época: “Essa história de mexeu com uma mexeu com todas é a maior mentira, me espezinharam. Depois de ser agredida, eu fui acusada de ser agressora”, explicou, complementando que não agrediu a assistente de produção, quando trabalhava na Globo.

Leia mais: Luana Piovani posa em clique com os filhos e relata preocupação com Dom

A famosa também foi perguntada se sentia dor pelo ex: “Não, porque eu tenho pena dele”, respondeu ela. A loira acrescentou que Dado não a procurou para pedir perdão pelas agressões, mas ela diz que não deseja que ele faça isso: “Ele não precisa me pedir perdão. Eu só queria que fosse feito a justiça, para que a as sociedade entenda que isso é inadmissível, que isso não é tolerável.”