Danilo Gentili e Maria do Rosário
Danilo Gentili e Maria do Rosário (FOTOS: Reprodução/Instagram)

Se você tem acompanhado as redes sociais e outros veículos de mídia, certamente ouviu falar do nome de Danilo Gentili. O apresentador do The Noite, foi condenado a 6 meses e 28 dias de detenção, por conta do crime de injúria contra a deputada federal Maria do Rosário, como consta no teor do processo.

O documento, na íntegra, pode ser consultado no site da Justiça Federal, na Seção Judiciária de São Paulo. Falando de modo mais descritivo, Gentili está sujeito ao regime semiaberto pela 5ª Vara Federal Criminal de São Paulo. A sentença foi dada pela juíza Maria Isabel do Prado, na Ação Penal Privada de número 0008725-44.2017.403.6181.

De acordo com o que consta nos autos, acusam Danilo Gentili pela “simples ofensa à dignidade ou ao decoro à vítima, mediante xingamento ou atribuição de qualidade negativa”. No texto, se alega que “são invioláveis a intimidade, a vida privada, a honra e a imagem das pessoas, assegurado o direito à indenização pelo dano material ou moral decorrente de sua violação”.


Por fim, acusam o apresentador de proferir palavras de baixo calão; de ferir “em tom de deboche a imagem de servidor público e de órgão da Câmara dos Deputados” e de ter aberto “as calças, expondo o contato de documento oficial com as suas partes íntimas”

Repercussão

No Instagram, compartilhou uma arte em que ele aparece algemado, com um juiz o condenando. Na legenda, ainda mandou indireta à Maria do Rosário: “Ei Maria, por favor me ajude. Prender não adianta nada. Sou apenas uma vítima da sociedade”. Em seguida, na ferramenta de stories ironizou com suas funcionárias ao ‘ameaçar’ demiti-las, caso elas não “o visitem na cadeia”. Por fim, Gentili soltou a seguinte frase: “Quem vai me levar cigarro?”.