Lexa e Donas (Foto: Reprodução/ Instagram)

No último final de semana, aconteceu a 23ª Parada do Orgulho LGBTQIA+. Durante o evento, houve confusão entre o grupo Donas e Lexa, por conta da divisão de camarim, no trio do Burger King, em que estava a cantora Mel C. No Instagram, o grupo se pronunciou com sua versão do que aconteceu.

“Nossa questão nunca foi com a Lexa e sim com a equipe. Não ataquem sem saber, a verdade sempre aparece”, estava escrito na legenda do post, no Instagram. Para explicar a versão do grupo, Dona Lanor, falou em detalhes sobre o assunto, em vídeo. “Vim aqui esclarecer alguns fatos, do que realmente aconteceu dentro daquele camarim”, começou.

“Já estava acordado com a produção do evento da Parada que o camarim seria dividido entre Donas, Fantine e Lexa. Um dos produtores da Lexa enviou uma mensagem ao nosso empresário, dizendo que o camarim era exclusivo da Lexa (…) e a produção Passou pra gente o contrário que o “camarim é pra todas vocês”, disse ela.


Ainda continuou sobre momentos antes da briga. “Chegamos primeiro no camarim, bebemos água. Depois chegou a produção da Lexa com ela. Em algum momento, o produtor dela falou que teríamos que sair porque o camarim era exclusivo da Lexa. Nosso empresário não aceitando isso disse que não íamos sair de lá, que estava acordado com a produção da Parada a divisão”.

A confusão no camarim

Dona Lanor ainda deu sua versão de como aconteceu a briga. “Teve um bate-boca, a Lexa esperou o bate-boca acontecer e falou que todo mundo podia ficar dentro do camarim. Sendo que esse produtor que queria que a gente saísse já trabalhou com as Donas”, explicou. “Estávamos esperando nosso momento de fazer o show, a mãe da Lexa desceu com a produção e veio com o celular em mãos para fazer um stories, já bem alteradas. Em nenhum momento ela perguntou como a gente estava, deu boa tarde. (…). Quando a gente falou que não íamos fazer, ela se alterou.”

“Logo depois que elas saíram na gritaria, a equipe dela jogou água na gente, agrediu nosso empresário. O negócio ficou sério lá dentro. Não rolou nenhum respeito, ele veio para agredir a gente. Ele passou por cima das meninas. Assim mesmo subimos e fizemos o nosso show”, finalizou a cantora. O vídeo foi para o ar no programa Fofocalizando, do SBT.

Lexa sobre a confusão no camarim

Em nota oficial ao Observatório dos Famosos, a cantora Lexa, deu sua versão do desentendimento no camarim. “Me levantei e falei: ‘Gente, vamos nos acalmar. Respeitem minha equipe e eu respeito a de vocês, e todos ficaremos felizes aqui’. Ficamos acertadas assim. Quando acabei meu show me mostraram essa nota do blog e minha mãe perguntou para elas quem foi que tinha passado”.

“Elas começaram a gravar a confusão e minha mãe disse: ‘Vamos gravar um vídeo falando a verdade então, que não tem confusão alguma’. Aí elas não quiseram gravar vídeo. Vi maldade. Minha mãe ficou muito alterada, começou a falar da má índole, que não tinha necessidade. Surreal. Caçando mídia”, contou.

“Eu saí do camarim e fui pra outro. Minha equipe ficou lá discutindo e fui embora. Fiquei muito chateada. Minha mãe ficou indignada. Depois disso trocamos de camarim, queremos fugir disso. Comecei a chorar. Vi que machucaram um dos meus funcionários e ele revidou”, completou a dona do hit Sapequinha.