Carol Dias
Carol Dias (FOTO: Reprodução/Instagram)

Carol Dias recorreu às rede sociais nesta sexta-feira (19) para fazer um desabafo emocionante sobre luta contra a depressão. Ela também revelou que tentou suicídio uma vez.

Para ilustrar o desabafo, curiosamente, a estrela compartilhou uma foto da época em que atuava no extinto humorístico Pânico. Na atração ela era uma Panicat, que passava por desafios e dançava de forma sensual. 

“Um belo dia, eu pisei em uma janela do flat que estava e pensei que eu não servia para mais nada e foi aí que minha irmã me pegou e disse: ‘você é tudo para mim e para nossa família. Nós te amamos pra sempre'”, declarou ela, se referindo assim, também, a irmã, Marcela. 


Em seguida, nos Stories do Instagram, Carol explicou a revelação e destacou que quer ajudar outras pessoas que se encontram com depressão. “Não é fácil para mim abrir a minha história depois de tanto tempo, vocês nem imaginam, mas eu estou me preocupando com o próximo, em ver as pessoas felizes em um mundo em que elas não enxergam a felicidade real”

View this post on Instagram

LEIA ESSE RECADO. EU JÁ TENTEI IR EMBORA. Quem de vocês diria que aquela menina da televisão estava doente? Quem de vocês diria que ela passava por dias péssimos!?! Que não podia comer uma maçã?! Sabe porque eu estou te contando essa história com lágrimas no rosto? Porque eu não sou um fantoche mais. Eu tive depressão, não tenho medo ou vergonha de abrir meu coração aqui com vocês. Quem diria que essa menina da foto de anos atrás , que as pessoas achavam que estava sorrindo e não estava, com um sorriso cansado, que não mostrava, que guardou com ela tudo por tanto tempo um dia poderia ter ido embora. Na minha pior crise, com inaladores para trabalhar, quando me isolei em um flat com a minha irmã @marcelinhajaneiro maravilhosa, só ela me via. Eu pedia para ela orar por mim. E eu só pedia saúde. Eu queria de volta a minha saúde e o sorriso de viver de uma menina normal. Um belo dia, eu pisei em uma janela do flat que eu estava e pensei que eu não servia para mais nada e foi aí que minha irmã me pegou e disse: você é tudo para mim e para nossa família. Nós te amamos pra sempre. Me dê sua mão e vamos orar. E assim foi por dias e mais dias eu naquele quarto escuro. Eu nunca contei isso para você. Mas, talvez você seja a pessoa que eu já fui um dia. E eu quero te ajudar. Sou igual a você. Não tenha medo de mim. Hoje, mais forte e segura, posso abrir meu coração para você. Deus te fez lindo, fez uma vida linda pra você! A cada despertar, todo dia ele te ama e te reserva uma oportunidade. Você é insubstituível para Deus meu amor. Não chore. Não se ache menos do que nada e ninguém. Eu mudei! Hoje sou muito mais forte e dou sorrisos de verdade . E você também vai meu amor. Viva pra você! Pra você! Beijos de luz, Carol Dias. Tive medo de contar, mas tive mais coragem em tentar te ajudar.

A post shared by Carol Dias (@caroldias) on