Marcos Mion
Marcos Mion (Foto: Reprodução/ Instagram)

Marcos Mion recorreu às redes sociais nesta quinta-feira (18) para comemorar lei que inclui dados específicos sobre autismo no Censo 2020, assinada pelo presidente da República, Jair Bolsonaro

Mion esteve em Brasília, onde participou de uma reunião com a Primeira-dama do Brasil, Michelle Bolsonaro, no Ministério da Cidadania. Em seguida ele foi convidado a ir ao gabinete presidencial. 

Reunido com o presidente, Mion viu a lei ser aprovada e celebrou a vitória nas redes sociais. Emocionado, ele disse que batalhou para que a reunião acontecesse e que resistiu ás dificuldades que cruzaram seu caminho. Mion é pai de Romeo, de 14 anos, que é autista. 


“Estou emocionado! Batalhei muito nessa reunião, nunca esmoreci, não cedi à controvérsia alguma por vocês, minha comunidade autista. Agora o autismo entrou pela porta da frente e vou sempre representar a vontade da comunidade, acima da minha própria. Mais uma vez eu repito: minha bandeira é azul. Meu partido é o autismo”, comemorou. 

View this post on Instagram

Se hoje o autismo teve uma vitoria, foi principalmente por causa desta mulher que tem um coração enorme: @michellebolsonaro 👏🏼👏🏼 . Partiu dela o contato comigo para entender melhor sobre o autismo no Brasil. Me ouviu por horas e rapidamente convocou uma audiência para tratarmos sobre a questão do momento: a inclusão de dados sobre autismo no Censo2020. Pensa que não temos nenhum número oficial até hoje de quantos autistas existem no país e nem onde estão! . Para surpresa de todos, depois de 2 horas de reunião (de um total de mais de 4 horas!), o @jairmessiasbolsonaro soube da audiência e pediu para ser transferida para seu gabinete pois ele queria participar. . Toca todo mundo pra van pra ir do Ministério da Cidadania pro Palácio. Kkkk! . Depois de dar a entender que vetaria a lei através das redes sociais, para surpresa de todos o presidente me deu a palavra para entender por que eu estava lá e perguntou o que o povo queria. . – “O povo quer o Censo, presidente”. . Foram 2 horas com muito cabo de guerra e mesmo não sendo a minha opinião pessoal eu prometi que ia representar a minha comunidade autista. A vontade da maioria. As milhares de famílias invisíveis! Então frisei que eu queria o Censo em nome de todos que batalham pela causa há décadas! Movimentos como o MOAB, o Capricha na Inclusão, a ABRAÇA, além da de pessoas incríveis como minha querida mentora no autismo @fatimadekwant e @berenicepiana , além da Deputada autora da lei, a @carmenzanotto_deputada – longe de ser uma vitória minha! Deus só me escalou pra ter o dom da palavra naquele momento para reverter uma causa perdida. . Pra quem tem fé, o impossível é questão de tempo. Pra quem tem Deus não existem causas perdidas! Em nome da vontade da comunidade autista o @jairmessiasbolsonaro sancionou a lei ali mesmo na hora! Ainda pediram pra ele esperar até dia 26 e ele questionou “Pra que? Pra ter dor de cabeça até lá? Essa questão já está decidida”. 😳Assim. Na hora! Que vitória para o autismo! . Não tenho palavras pra descrever o que sinto hoje. É maior que missão, é um propósito! Deus me colocou ali pra representar a todos e eu só posso dar toda honra e toda glória à Ele, Jesus! MEU PARTIDO É O AUTISMO💙

A post shared by Marcos Mion (@marcosmion) on