Cacá Werneck e Monique Evans
Cacá Werneck e Monique Evans (FOTO: Reprodução/Instagram)

Monique Evans, resolveu falar sobre a sua relação com a DJ Cacá Werneck, com quem está em um relacionamento há cinco anos. Ela ainda falou sobre como a sua vida sexual melhorou e afirmou que com a namorada, foi o melhor sexo que ela já teve na vida.

Ela é a pessoa mais gentil que eu já conheci. Nós conversamos sobre tudo, resolvemos nossos problemas juntas e uma confia na outra. É a melhor relação que já tive, inclusive sexual. Homens não se preocupam com a gente. Não conhecem o corpo feminino, só sabem meter e pronto. A Cacá quer saber se estou tendo prazer. E é muito atenciosa, abre a porta do carro, carrega minha bolsa“, revelou Monique ao site Universa.

A ex-modelo que já foi casada com quatro homens, contou o que sentiu quando viu que estava se apaixonando por uma mulher. “Quando abracei a Cacá pela primeira vez, pensei: ‘Que coisa estranha que estou sentindo. Será que estou ensapatando?’. E estava. Fui me apaixonando por ela, mas não aceitava. Não me imaginava nem segurando a mão de uma mulher”, revelou. “Mas foi ficando impossível de resistir. A gente ficou nessa amizade, malhava junta, se falava por telefone, até que um dia ela disse: “Quer saber? Eu posso te fazer mais feliz do que qualquer homem”. Senti uma coisa muito forte e decidi tentar. Mas pedi para pegar leve porque não sabia como fazer. Nosso primeiro beijo demorou uma semana”, acrescentou.


Longe da igreja por conta do preconceito, ela contou que pedia para Deus um homem que cuidasse dela, mas ela encontrou Cacá e rasgou elogios: “Ela é a pessoa mais gentil que já conheci. Eu pedia para Deus: ‘me mande um homem que me coloque no colo e que tome conta de mim’. Ele me mandou uma mulher“. “A Cacá divide tudo comigo. Conversamos, resolvemos nossos problemas juntas e uma confia na outra. Além disso, ela foi a primeira pessoa que se preocupou em me dar prazer. Meus ex vão pirar, mas muitas vezes eu não tinha prazer. Tinha uma sensaçãozinha ou outra, e fingia. Até já chorei depois de transar porque não sentia nada, só fazia por obrigação. Isso não acontece comigo hoje. O homem não se preocupa com o que a mulher está sentindo. Eles acham que prestam a maior atenção, mas não pensam nem no antes nem no depois“, disse, por fim.