Yudi Tamashiro (Foto: Divulgação/ Instagram)
Yudi Tamashiro (Foto: Divulgação/ Instagram)

O cantor Yudi Tamashiro deu uma entrevista para o programa “A Tarde é Sua”, e relatou o assalto à mão armada que sofreu na Avenida Ibirapuera, em São Paulo. Na ocasião, ele estava com a mãe e a irmã.

“Não guardo mágoa nenhuma do assaltante, porque se tem uma coisa que eu aprendi a fazer foi a não julgar os outros. Não sei o que ele está passando, não sei qual que é a história de vida do cara”, falou.

“Já aconteceram outras vezes, mas é sempre uma novidade, é sempre um choque. Dessa vez, foi assustador por conta da minha família que estava no carro também. Eu estava dirigindo, a minha irmã do lado e minha mãe no banco de trás, bem atrás de mim. Eu estava voltando da fisioterapia, que estou fazendo pra coluna, e estava procurando um espaço ali no Ibirapuera para poder fazer uma live, porque eu iria lançar o meu clipe”, disse ainda, explicando que deixou o vidro do carro abaixado com objetivo de melhorar a voz. “Era um trânsito e eu parado com o celular ali no painel no GPS. Aí, do nada, eu olho para um lado tem uma arma apontando assim na minha cabeça”, complementou ele, que esteve no Programa da Maisa recentemente.


Após entregar tudo, o assaltante queria mais. “Eu fiquei desesperado. Quando você tem coisa pra passar, você passa. Só que quando não tem mais nada você fica desesperado, né? Fiquei desesperado e falei: ‘meu irmão, não tem mais nada. Acabou, já era’. Acho que ele viu que não tinha nada realmente, que não estava mentindo, e saiu'”, relatou ainda, dizendo que andará com carro blindado novamente.