Bianca Andrade (Foto: Reprodução/Instagram)

Bianca Andrade, popularmente conhecida como Boca Rosa, está prestes a estrear nas telonas com o filme Ela Disse, Ele Disse, da Globo Filmes. O longa é o seu primeiro trabalho nas telonas e estará nos cinemas de todo país a partir de 3 de outubro. Em entrevista, a musa abriu o jogo sobre ataques de haters e revelou que buscou ajuda psicológica.

Questionada sobre o que fez para aprender a lidar com os ataques, Bianca revelou que faz terapia há dois anos. “Hater não é fácil. Tem que ignorar. Sempre coloco na cabeça que tenho que ignorar os haters, mas não sou um robô. Há o lado negativo, mas preciso saber lidar”, disse à Quem. “Sim, na terapia. Faço há dois anos. Vi que cada situação tem que ser encarada, uma de cada vez. Hoje é fase que menos tenho menos haters nas redes. Estou em uma fase de volta por cima”.

Boca Rosa, que assumiu recentemente sua bissexualidade, revelou ainda que enfrentou uma crise de identidade: “Há um ano tive bastante problema. Tive uma certa crise de identidade. Não sabia exatamente o que queria, em que lugar queria chegar, o que queria alcançar… Comecei a tentar me encontrar. Percebi que quanto mais você fala em motivar os outros, você também cresce. A terapia me ajudou”.


Por fim, sobre o seu trabalho como atriz, ela revelou que sempre sonhou com essa profissão. “Na verdade, quando era pequenininha já era espevitada e exibida, e tinha o sonho de ser atriz. No decorrer da vida, fui mexer com outros assuntos, ganhei visibilidade com meu lado influencer de beleza e maquiagem e achei que esse sonho de ser atriz tinha se distanciado”, disse.