Missa de sétimo dia Roberto Leal (Foto: Francisco Cepeda/AgNews)

Roberto Leal faleceu no último domingo (15), aos 67 anos. Na manhã desse sábado (21), a família do cantor português participou da Missa de Sétimo Dia e a cerimônia foi marcada por muita emoção, realizada no Santuário Nossa Senhora de Fátima, em São Paulo.

A missa estava aberta ao público, assim como o velório, e a família recebeu apoio dos fiéis presentes. A esposa Márcia Lúcia, e os filhos, Rodrigo, Manuela e Vitor, foram flagrados muito emocionados e se abraçavam para dar apoio uns aos outros. A comunidade portuguesa também esteve presente na missa.

O cantor antes de morrer ficou internado por cinco dias no Hospital Samaritano após uma reação alérgica à medicamento. Horas antes de sua morte, o seu estado se agravou após ele ter uma insuficiência renal. Vale destacar que, Roberto lutava contra um câncer há dois anos.


Em tempo, em 1995, a música “Vira-Vira”, virou uma sátira do grupo Mamonas Assassinas, “Arrebita”, e fez com que a música de Roberto Leal se tornasse popular e uma das mais ouvidas na época. O cantor português gostou da sátira e dizia encarava como uma homagem a ele.