Mileide Mihaile e Wesley Safadão (Foto: Reprodução/ Instagram)

Parece que a briga na justiça entre Mileide Mihaile e o cantor, Wesley Safadão ganhou mais um capítulo. De acordo com informações do colunista Leo Dias, a ex foi à Delegacia da Criança e Adolescente para prestar uma queixa contra o cantor por sua suposta influencia no filho dos dois, Yhudy, de oito anos.

Segundo o site, em conversa com Mileide, ela não comentou sobre o assunto para não expor o menino. Quando o Observatório dos Famosos entrou em contato com a assessoria do cantor, foi informado que “a família não foi notificada sobre nenhuma queixa e que ficou sabendo da ida de Mileide à delegacia por meio da imprensa”.

Ainda de acordo com a assessoria, Mileide foi para a delegacia prestar mais um depoimento no processo que ela move contra Wesley e a família desde o início desse ano. Segundo a nota “tudo segue dentro da normalidade”. Eles ainda destacaram que, inclusive, ele e o filho foram assistir ao jogo do Flamengo, juntos.


A mãe do cantor, a Dona Bil, defendeu o filho: “Meu filho faz tudo pelos filhos. Sempre que está com eles, procura ter momentos especiais, seja em casa ou em programações externas. Tudo que queremos é que Yhudy continue sendo um menino feliz como ele é. Nessa idade, é normal ele optar por querer participar de algumas programações com os pais. E tudo bem, os dias podem ser ajustados pra ele conseguir viver momentos bons com o pai e também com a mãe”.

Nota completa:

A família Oliveira afirma que não foi notificada sobre nenhuma queixa e que ficou sabendo da ida de Mileide à delegacia por meio da imprensa. Assim que tomou conhecimento, a família acionou os advogados para entender a situação.

De acordo com os advogados da família Oliveira, a ida de Mileide Mihaile à Delegacia da Criança e Adolescente se deu porque ela foi intimada a prestar depoimento sobre o procedimento de alienação parental que ela move contra Wesley e sua família desde o início deste ano.

Esse processo fez com que Yhudy também fosse submetido a depor, o que deixou todos da família Oliveira surpresos pelo constrangimento sofrido pela criança. O conteúdo do depoimento, por se tratar de um menor, é sigiloso. A Família Oliveira reforça ainda que em nenhum momento coloca Yhudy em situação de constrangimento na relação com os pais. Sempre prezando pelo bem-estar de Yhudy, Wesley e toda a família têm enorme cuidado de poupá-lo e evitam que tenha conhecimento dessas formalidades.

Em relação à convivência de Yhudy com o pai e a família, tudo segue dentro da normalidade, inclusive essa semana houve troca de dias com Mileide, a pedido da criança, para que pudesse acompanhar o pai para assistir ao jogo do Flamengo, em Fortaleza. Esse foi o único contato que houve essa semana, feito por meio dos advogados. Sempre prezando pelo bem-estar de Yhudy, Wesley e toda a família têm enorme cuidado de poupá-lo e evitam que tenha conhecimento dessas formalidades.

“Meu filho faz tudo pelos filhos. Sempre que está com eles, procura ter momentos especiais, seja em casa ou em programações externas. Tudo que queremos é que Yhudy continue sendo um menino feliz como ele é. Nessa idade, é normal ele optar por querer participar de algumas programações com os pais. E tudo bem, os dias podem ser ajustados pra ele conseguir viver momentos bons com o pai e também com a mãe”, afirma Dona Bil.