Andressa Urach (Foto: Reprodução/Instagram)

Andressa Urach participou do programa Superpop, da RedeTV!, na noite desta quarta-feira (13), e relembrou da época em que trabalhava como prostituta. Hoje, ela relata muito arrependimento sobre a vida mundana que levou no passado e já está no segundo livro lançado após ter se convertido.

“Eu tive vida sexual ativa durante muitos anos. Cheguei a dormir com 7 homens num único dia, na época da prostituição. Se for falar em números, cheguei a dormir com mais de 2 mil homens”, relembrou.

“A minha vida foi toda de arrependimento. Me arrependo de tudo. Foi uma sequência de erros. Prostituição… Você se sente suja, usada, um objeto. Na hora você só pensa no dinheiro, depois se sentia um lixo. Posar nua, me expor, expor minha família, falar tanto palavrão. Da minha boca só saía besteira. Meu coração estava sujo, era mágoa, raiva”, acrescentou.


Na sequência, ela declarou que a única coisa boa do passado é o seu filho: “Foram 27 anos de arrependimento. Vejo meu passado como tudo errado. Para que eu pudesse nascer de novo, precisava me arrepender. O Arthur foi a única coisa boa. Hoje eu sou livre. Não preciso de cocaína, fama, roupa decotada, cirurgia, nem de botox! Eu fazia botox desde os 21 anos porque não queria envelhecer”.

“Estou só querendo ser uma pessoa melhor. Eu posso perder casa, carro, marido, família, mas a paz que tenho dentro de mim não posso perder por nada. Por fama, por dinheiro nenhum”, disse, por fim.