Mauro Sousa e Maurício de Sousa
Mauro Sousa e Maurício de Sousa (Foto: Reprodução/Instagram)

Mauro Sousa, filho de Mauricio de Sousa, resolveu fazer um desabafo nas redes, um dia após o STF criminalizar a homofobia no Brasil. Ele mostrou um ataque que sofreu na web, após anunciar planos de criar um personagem gay para fazer parte da Turma da Mônica.

Na ocasião, o seguidor chamou o filho de Mauricio de viadinho. “Haverá muitos viadinhos que começará a inversão da esclerose de Maurício”, falou o internauta, de 56 anos.

“Resolvi fazer esse post. Não para expor ninguém, mas para informar os mais desinformados. Em uma reportagem recente, eu comentei, sim, que havia planos de um personagem gay na Turma da Mônica e, por conta disso, o infrator fez o comentário homofóbico acima. A diferença entre ontem e hoje é que ontem ele era apenas mais um hater. Mas hoje, ele é um criminoso e pode ir para a cadeia. Não, eu não vou ficar calado. Não, eu não quero mais aceitar que me chamem de ‘viadinho’. Só quem pode me chamar assim sou eu mesmo. E sim, a LBGTfobia agora, é crime”, disparou Mauro, que inspirou o pai a criar o personagem Nimbus.


Em maio, o criador da Turma da Mônica surpreendeu seus fãs ao surgir em foto ao lado do filho e do genro. “Em casa, com o filho, Mauro, que inspirou o personagem Nimbus, e o companheiro dele, meu genro, Rafael Piccin”, disse, na ocasião.