Camilla Miguel, irmã do ator Rafael Miguel, morto em junho (com) ao lado dos pais, Miriam Selma Miguel, de 50 anos, e João Alcisio Miguel, de 52, falou sobre três meses sem o irmão e os pais. 

“Faz três meses que desabei. Desabamos. Que tudo pareceu acabar mesmo estando apenas começando. Que a esperança foi embora, a felicidade, a tranquilidade. Doeu. Dói. Hoje mesmo senti meu peito doer, pontadas. Saudade cresce, não diminui”, iniciou ela nos Stories do Instagram

“Mas disse e repito: minha família é amor. Isso, é! Não ‘era’. Somos. Ódio contamina, estraga. Mesmo que seja difícil, eu escolhi ser amor. Da minha ‘arma’ sai rosas. Quem tem ódio, quem é ódio, não tem vez, já se perdeu, e não cabe a mim pensar em quem é ódio. Cabe a mim ser e enviar luz para quem era isso na minha vida. Quem precisa”, disse ela. 


“Ainda parece mentira, ainda parece que logo vão voltar. Ainda é borrão a memória tudo. Mas somos, e seremos sempre amor, luz, esperança. Porque é disso que precisamos para seguir em frente, viver anos sem desistir. Te amo mãe, te amo pai, te amo irmão. Fiquem bem. Eu sei que doeu. Não era pra ser assim. Mas fiquem bem. Sigo em frente pra vocês estarem bem”, concluiu ela, que afirmou ‘é preciso viver‘.

Em junho Paulo Cupertino Matias, pai de Isabela Tibcherani, namorada de Rafael Miguel, matou a tiros o ator da novelas Chiquititas e seu pais. O assassino continua foragido da Justiça. As últimas investigações apontaram que ele pode ter deixado o país.