Mãe de Chay Suede
Mãe de Chay Suede (Foto: Reprodução/ Instagram)

A mãe do ator Chay Suede, Herica Godoy, está celebrando uma nova conquista em sua vida: sua primeira graduação em jornalismo, aos 47 anos. Ela disse no Instagram que o filho pagou todo o curso dela, feito no Rio de Janeiro.

“Sexta feira, dia 29 de novembro de 2019. Foram 5 anos de estudo até chegar aqui. Vontade de desistir? Tive. Várias vezes, mas fui teimosa. Minha primeira graduação aos 47. Não poderia ter escolhido um curso que tivesse mais a ver comigo. Quero agradecer, preciso. Ao meu Deus, que me sustenta e me leva no colo quando me faltam forças. Ao meu filho Chay, que em novembro de 2014, sabendo que não estava sendo fácil o momento que eu vivia com JP depressivo, me incentivou (de uma maneira que só ele sabe fazer) a me matricular na faculdade para o ano seguinte. Foi ele também que pagou todo o meu curso. Não tenho palavras, filho. Te amo”, começou Herica.

“Quero agradecer à minha filha Anelise que precisou ficar sozinha durante os 4 anos que estudei aqui. Ela nunca reclamou. Me senti culpada tantas vezes, mas era a única maneira disso acontecer. Te amo filha. Meu filho Henrique, que me salvou todas as vezes que precisei de alguma arte para meus trabalhos. Foi ele que preparou os slides de apresentação do meu TCC. Obrigada por sempre me apoiar filho. Te amo demais. Fagner, meu amor, obrigada por me cobrar, por ouvir minhas reclamações de cansaço e me fortalecer com seu amor dizendo que tudo iria acabar bem”, disse ainda.


“Obrigada por ter vindo meu amor. Sua presença nesse dia foi muito especial pra mim. Foi um curso sofrido, uma turma problemática. Levo no coração alguns que não preciso citar, pois eles sabem quem são. Estou orgulhosa por não ter desistido e realizada por essa conquista que não é só minha. Enfim, jornalista”, finalizou, nas redes.

View this post on Instagram

Sexta feira, dia 29 de novembro de 2019. Foram 5 anos de estudo até chegar aqui. Vontade de desistir? Tive. Várias vezes, mas fui teimosa. Minha primeira graduação aos 47. Não poderia ter escolhido um curso que tivesse mais a ver comigo. Quero agradecer, preciso. Ao meu Deus, que me sustenta e me leva no colo quando me faltam forças. Ao meu filho Chay, que em novembro de 2014, sabendo que não estava sendo fácil o momento que eu vivia com JP depressivo, me incentivou (de uma maneira que só ele sabe fazer) a me matricular na faculdade para o ano seguinte. Foi ele também que pagou todo o meu curso. Não tenho palavras, filho. Te amo. Quero agradecer à minha filha Anelise que precisou ficar sozinha durante os 4 anos que estudei aqui. Ela nunca reclamou. Me senti culpada tantas vezes, mas era a única maneira disso acontecer. Te amo filha. Meu filho Henrique, que me salvou todas as vezes que precisei de alguma arte para meus trabalhos. Foi ele que preparou os slides de apresentação do meu TCC. Obrigada por sempre me apoiar filho. Te amo demais. Fagner, meu amor, obrigada por me cobrar, por ouvir minhas reclamações de cansaço e me fortalecer com seu amor dizendo que tudo iria acabar bem. Obrigada por ter vindo meu amor. Sua presença nesse dia foi muito especial pra mim. Foi um curso sofrido, uma turma problemática. Levo no coração alguns que não preciso citar, pois eles sabem quem são. Estou orgulhosa por não ter desistido e realizada por essa conquista que não é só minha. Enfim, jornalista.

A post shared by Herica Godoy (@hericagodoy) on